Três toneladas de tampinhas plásticas são recolhidas no Premiart 2019

A ação de coleta, apoiada pelo Tampinha Legal, ocorreu neste final de semana durante a terceira edição do Festival Artístico Estadual Pré-Mirim - Premiart, em Venâncio Aires


Mais de três toneladas de tampinhas plásticas foram recolhidas durante a terceira edição do Festival Artístico Estadual Pré-Mirim – Premiart, no Parque Municipal do Chimarrão, realizado pelo Centro de Tradição Gaúcha (CTG) Erva-Mate. O evento ocorreu neste final de semana, em Venâncio Aires.

Segundo a coordenadora do programa Tampinha Legal, Simara Souza, o material coletado foi encaminhado a uma entidade assistencial do município. “As tampinhas plásticas foram destinadas para a entidade assistencial Casa de Acolhimento de Venâncio Aires. Durante o Premiart aconteceu o Trofeu Solidariedade que é destinado às entidades tradicionalistas que aceitam o desafio de quem recolhe mais tampinhas plásticas, a premiação mais uma vez foi para o CTG Moacyr da Motta Fortes, de Passo Fundo, que entregou à organização do festival, 991 quilos e 900 gramas”, afirma.

Para a Presidente da Premiart e Patroa do CTG, Patrícia Beatris Padilha, a ação tem como finalidade ensinar as crianças a importância da economia circular e a preservação do meio ambiente. “Estamos no terceiro ano de evento e desde o primeiro colocamos o projeto da prática da solidariedade juntamente com a importância de preservação do meio ambiente, as crianças entenderam que não é só uma competição e sim preservar e fazer o bem”, analisa.
“A Casa de Acolhimento está iniciando na coleta de tampinhas plásticas e tenho certeza que esse montante será de grande valia na reforma do anexo que estão lutando em melhorar”, completa.

Nos anos anteriores, o Festival também realizou esta ação de recolhimento de tampinhas, chegando a uma tonelada em 2018 e a 400 quilos em 2017, na qual também foram destinados para entidades assistenciais.

O Tampinha Legal

O Tampinha Legal é iniciativa do Instituto SustenPlást, buscando a melhor valorização de mercado para o material. Os valores obtidos são destinados integralmente para as entidades assistenciais. Recentemente, lançou as ações Copinho Legal e Canudinho Legal, que, seguindo o modelo do Tampinha Legal, destinam os recursos obtidos com a venda dos copos e canudos plásticos para as entidades assistenciais cadastradas no programa. Além do site, também é possível acompanhar o trabalho do Tampinha Legal por redes sociais, como YouTube e Facebook.

Leia agora:
Economia Circular é tema de painel do Seminário Abiquim de Tecnologia e Inovação
Plastivida e Pão de Açúcar lançam Projeto de Reciclagem do Isopor®
Evonik investe em startup chinesa de impressão 3D para a fabricação de implantes médicos
Porto Alegre: liberada expansão de fábrica de laminados sintéticos

Veja também:
Braskem lança nova solução de filme stretch na Feira K
Mecalor leva tecnologia de ponta para a Feira K
Mostra Especial “Plásticos moldam o futuro” na K 2019 em Düsseldorf