quarta-feira, 11 de março de 2020

Indicadores financeiros da distribuição

A ADIRPLAST investe em temas importantes para o fortalecimento das empresas associadas. Conhecer os indicadores financeiros da Distribuição é uma ferramenta fundamental para o adequado posicionamento no mercado


Descobrir qual o valor real de sua empresa é uma tarefa árdua, assim como é precificar os produtos de uma maneira coerente com o segmento e a realidade do mercado. Para aprofundar o tema, a ADIRPLAST tem promovido discussões entre seus associados e permitido assim que conheçam e incorporem novas ferramentas em seus negócios. “Muitos empresários têm um conhecimento estático sobre o valor de suas companhias, mas é essencial que esse pensamento mude. É preciso saber o valor que ela tem girando, isto é, levar em conta fluxo de caixa, opções reais e múltiplas questões”, explicou Erasmo Fraccalvieri, da Tecnofilme, que em evento promovido pela entidade apresentou ferramentas de gestão utilizadas por organizações desenvolvidas.

O executivo também explicou a importância de conhecer o grau de alavancagem do seu negócio: “Isso permite entender, com segurança, o valor máximo a ser alavancado. Além disso, entender a capacidade de crescimento permite que façamos isso com sustentabilidade, sem incorrer em falta de liquidez”.

O debate sobre sustentabilidade financeira de distribuidores promovido pela entidade vem em um momento oportuno. “Nós estamos no meio da cadeia de embalagens, que é complexa e tem, em suas pontas, empresas fortes que nos pressionam. Quanto mais informações tivermos, estaremos mais fortalecidos”, ressaltou Fraccalvieri.

De acordo com Cláudia Savioli, da Polymark, o setor de distribuição é que sofre as consequências: “Quando cedemos às pressões das pontas da cadeia, estamos ameaçando nosso próprio negócio. Nossa rentabilidade caiu muito nos últimos anos porque não estamos respeitando nossas próprias margens”, afirmou Saviolli.

Marco Antonio Cortz, da Papion, reforça a importância do debate: “Termos a noção real sobre a situação financeira de nossas empresas é essencial. Saber o valor da minha operação, por exemplo, foi essencial para que eu repensasse e mudasse muitas questões dentro do meu negócio”.

Para Cecília Vero, da TIV Plásticos, é necessário saber como mudar o mercado e sem informação, isso é impossível. “Precisamos gerenciar indicadores financeiros que nos ajudem a tomar melhores decisões”, finalizou.

Promover uma discussão constante sobre temas relevantes para o mercado entre seus associados é primordial para a ADIRPLAST. “Nosso intuito é fortalecer os nossos negócios e a cadeia de plástico como um todo. O acompanhamento dos indicadores financeiros sobre ROE (patrimônio líquido) e ROIC (capital investido) são essenciais para proporcionar melhores práticas e uma concorrência leal e justa entre nós”, explicou o presidente da entidade, Laercio Gonçalves.

Retorne à lista de matérias do Plástico Sul News # 135